Skip to content

Drenagem linfática: o que é, como funciona e quando é indicada?

Qualquer pessoa que já procurou algum centro de estética sabe que a drenagem linfática faz parte de qualquer pacote de tratamento, independente das queixas das pacientes. Eu costumo desconfiar dos remédios que são indicados para tratar desde dor de dente até unha do pé encravada, então fui atrás de informações sobre esse coringa dos tratamentos de beleza.
A drenagem linfática ajuda a eliminar o excesso de água no organismo sem dor.

A drenagem linfática ajuda a eliminar o excesso de água no organismo sem dor.

Em primeiro lugar é importante saber o que é o sistema linfático. Quem já está cansado de saber, pode pular esse parágrafo, mas como eu não sabia o que queria dizer linfa antes de entrar na faculdade de medicina acho (o sistema não ganhou status de matéria que costuma cair nos vestibulares) que vale a pena explicar. Além de um sistema de vasos sanguíneos o nosso corpo possui um sistema de vasos linfáticos. Como funciona isso? É assim: uma parte do plasma (a parte líquida do sangue) que chega nos capilares (os vasos sangüíneos mais finos) transborda entre as células dos órgãos, músculos e outros tecidos. Esse líquido é chamado líquido intersticial. Junta-se a ele as toxinas liberadas pelas células e se forma a linfa, que vai então ser absorvida nos vasos linfáticos. Da mesma forma que as veias, os vasos linfáticos vão ficando cada vez mais grossos, até desembocarem na veia cava e entrarem no coração, voltando assim à circulação sanguínea. Do coração, o sangue vai para todos os órgãos inclusive os rins, onde é filtrado e formada a urina, que será eliminada. Também viajam pelos vasos linfáticos, além das toxinas, os microorganismos que causam doenças, como vírus e bactérias. Por esse motivo a natureza colocou no sistema linfático uma espécie de blitz: os linfonodos. Nessas blitz ficam concentradas as células de defesa do organismo, que param e combatem os agentes que causam doenças ou mesmo células cancerígenas nocivas ao organismo.

Entendido o que é linfa e sistema linfático é fácil compreender o que pode dar errado: o líquido se acumular causando inchaço. Ele pode se acumular por diversos motivos por exemplo a quantidade de sangue pode aumentar (como ocorre na gravidez) e mais líquido transbordar para os tecidos, ou pode haver uma maior produção de líquido local o que ocorre nos inchaços causados por inflamação.

O que a drenagem linfática faz então? Como o próprio nome diz, ela drena esse líquido que está acumulado entre as células para os vasos linfáticos e deles até o coração. Só isso. E é bastante.

Com isso fica claro que a drenagem linfática (técnica manual criada pelo biólogo dinamarquês Emil Vodder e sua esposa Estrid Vodder em 1936) é indicada para os casos onde há retenção de água no corpo (se não tem líquido sobrando não tem o que drenar).

A drenagem linfática, que faz parte de qualquer pacote de tratamento estética, pode ser um bom coadjuvante no combate à celulite.

A drenagem linfática, que faz parte de qualquer pacote de tratamento estética, pode ser um bom coadjuvante no combate à celulite.

Os artigos científicos que comprovam a sua eficiência falam do uso da técnica em linfedema (que é o inchaço causado pelo excesso de linfa) e em processos inflamatórios pós-cirúrgicos (depois de uma cirurgia é normal acumular líquido nos tecidos lesados, já que o corpo entende a cirurgia como uma agressão e manda os seus soldadinhos de defesa para o local). Também ajuda quando o próprio sistema linfático está comprometido em seu funcionamento. Se a circulação da linfa estiver prejudicada por algum motivo, ela se acumulará, causando o inchaço e impedindo a limpeza adequada do organismo.

Então uma primeira coisa pode ficar bem clara: a massagem drenagem não emagrece. Isso quer dizer que não se perde gordura através da massagem. Mas se as medidas mais cheinhas são causadas por acúmulo de água, aí sim pode haver uma redução das medidas.

Já se o problema for celulite (que é uma inflamação do espaço ao redor das células adiposas que não diz respeito a aumento de gordura, embora esteja muito relacionada à obesidade) a drenagem linfática funciona mais como uma técnica preventiva já que ela evita que esse excesso de água cause uma inflamação no tecido gorduroso, mas ela, sozinha, não acaba com a celulite.

A drenagem linfática é indicada para diminuir a retenção de liquido na gestação, mas é preciso buscar um profissional bem formado especializado em trabalhar com grávidas.

A drenagem linfática é indicada para diminuir a retenção de líquido na gestação, mas é preciso buscar um profissional bem formado especializado em trabalhar com grávidas.

A drenagem linfática costuma ser muito indicada na gestação. Ela é considerada o melhor tratamento estético para grávidas já que a retenção de líquido aumenta muito nessa fase da vida da mulher, isso porque para dar conta do feto o volume sanguíneo da mãe aumenta entre 30% a 50% facilitando que uma parcela maior transborde nos capilares e vire inchaço.

Mas é preciso muito cuidado. A drenagem linfática se aplicada de forma errada durante a gestação pode desencadear contrações uterinas e levar a trabalho de parto prematuro. Por isso é sempre bom consultar a sociedade brasileira de medicina estética (www.sbe.org.br) para buscar um profissional bem capacitado.

Aliás, esse é o principal problema da drenagem linfática: ela pode ser encontrada em qualquer lugar por qualquer preço. Então desconfie dos preços muito baratos e procure (mesmo nos caros) saber como foi formação da pessoa que irá realizar a massagem (lembre-se, a maioria das pessoas nem sabe o que significa linfa…).

Se mal aplicada a drenagem linfática pode causar danos aos vasos linfáticos. Se eles rompem, mais líquido é extravasado e o problema piora, lógico. Esse estudo aqui mostra que a técnica aplicada de forma muito vigorosa pode romper os vasos.

Então a segunda informação importante é essa: drenagem linfática não dói. O profissional faz pressões leves em todo o corpo para drenar esse líquido. Tem gente que acha que por isso não foi bem feita, mas é o contrário. Se você sair com manchas roxas depois de uma sessão de drenagem linfática alguma coisa está errada.

Além de bem aplicada é importante estar alerta para as contra indicações. A primeira são infecções. Lembra que no meio dos vasos linfáticos existem as blitz do sistema de defesa, os linfonodos? Então se uma pessoa está com uma infecção e recebe uma drenagem linfática essa infecção que estava localizada pode se espalhar pelo organismo, piorando o estado geral do paciente. Se a pessoa tem suspeita de tumor, fica óbvio que não vale a pena sair espalhando células cancerígenas pelo corpo, certo?

Mais sobre tratamento contra celulite no blog aqui

Estudos científicos sobre drenagem linfática

Drenagem linfática na pós cirurgia na face
Drenagem linfática pós-mastectomia

Drenagem linfática na revista Boa Forma
Outro site com uma matéria boa sobre o assunto.

Share Our Posts

Share this post through social bookmarks.

  • Delicious
  • Digg
  • Newsvine
  • RSS
  • StumbleUpon
  • Technorati

Comments

Tell us what do you think.

There are no comments on this entry.

Trackbacks

Websites mentioned my entry.

There are no trackbacks on this entry

Add a Comment

Fill in the form and submit.